ORADOUR-SUR-GLANE

oradour-cor-peq

Oradour-sur-Glane. França. Dezembro de 2015.

O padeiro, o mecânico e a dona de casa gritam nesse dia frio e silencioso de dezembro. Era junho de 1944 quando alguns alemães não atentaram para o fato de que não havia necessidade de incendiar o vilarejo de Oradour-sur-Glane. E o incêndio parece durar até hoje, representado na ferrugem dos carros antigos, nas placas chamuscadas de barbearias e escolas, no vazio denunciador das ruas desoladas, nas casas, no mercado, na igreja. Já na iminência da liberação francesa, talvez o ódio tenha motivado os soldados perdedores. Talvez seja melhor mesmo lembrar do que somos capazes. 

A.C.M.

FACEBOOK:

https://www.facebook.com/calimanviajando

Anúncios