ORADOUR-SUR-GLANE

oradour-cor-peq

Oradour-sur-Glane. França. Dezembro de 2015.

Vejo o vilarejo destruído de Oradour-sur-Glane num dia frio e silencioso de dezembro.

Localizado na Haute-Vienne, foi um dos muitos vilarejos franceses ocupados pelos alemães durante a Segunda Guerra Mundial mas, em 10 de junho de 1944, um batalhão da SS nazista cometeu aqui o maior massacre de civis da França ocupada. E esse evento ficou conhecido como O Massacre de Oradour-sur-Glane.

Caminhando pelas ruas estreitas do que parece ter sido uma bela e aconchegante vizinhança, vejo o que sobrou das casas, carros, padarias, barbearias e lojas comerciais incendiadas, ainda com suas placas indicativas. Nada foi mudado, tocado ou restaurado. As ruínas de lares com seus detalhes familiares denunciam a barbárie do crime.

Foram 642 vítimas no total. Homens foram levados a lugares específicos para serem fuzilados enquanto as mulheres e crianças foram trancadas na velha igreja que foi incendiada pelos nazistas. O ato teria sido cometido já na iminência da liberação francesa, o que leva a pensar em um ato de cruel vingança e ódio por parte dos alemães.

O vilarejo de Oradour-sur-Glane permanece aqui como um museu a céu aberto mostrando de forma crua e real a violência humana. Para que não nos esqueçamos das atrocidades de que somos capazes.

A.C.M.

FACEBOOK:

https://www.facebook.com/calimanviajando

Anúncios